Fluxo de ouro para os Estados Unidos bate recorde

Esse é realmente um acontecimento marcante e vale a pena ser mencionado. Além do mais, nenhum veículo de comunicação anunciou – por isso mesmo achamos importante fazê-lo.

Para quem acompanha o mercado de ouro ou lê esse blog, o movimento do ouro é claro: Ocidente para Oriente, bem grosso modo, dos EUA para a China.

Esse movimento, de certa forma, evitou q o ouro disparasse, já que temos um comprador grande e um vendedor grande. O dia que o vendedor diminuir ou parar de vender, esse mercado pode explodir. Agora, imagine se o maior vendedor também se tornar um grande comprador. Praticamente não haverá limites para onde o ouro físico pode ir e certamente não existirá metal para muita gente que chegar tarde à festa.

Esse ano está sendo cheio de surpresas (Brexit, “golpe” na Turquia, impeachment no Brasil, péssimos números vindos dos EUA, alavancagem ainda maior da China, estímulos sem limite na Europa e principalmente no Japão, Estado Islâmico, guerras na fronteira da Rússia, atentados terroristas semanais na Europa, tensão no mar do sula da China, etc), mas a maior de todas, para quem acompanha o mercado de ouro, é saber que os EUA finalmente se tornaram compradores.

Foi o q aconteceu em maio – nós não sentimos isso aqui no Brasil porque o dólar caiu, ou seja, tivemos um bônus para poder comprar mais metal pelo mesmo preço.

O chocante dessa notícia é que esse movimento de compra dos EUA não acontecia há décadas. A Suíça exportou para os EUA 50 vezes mais ouro em maio do que na média dos meses desde 2015:

ouro eua

A pergunta que fica é a seguinte: por quê essa mudança e ainda tão brusca? Sinceramente, não sabemos. Mas acreditamos que algo grande pode estar por trás desse acontecimento. Vamos monitorar a situação com bastante atenção e reportar assim que tivermos mais notícias.

Sabemos que grandes nomes estão comprando ouro e muito ouro: George Soros, Kyle Bass, Druckenmiller, Carl Icahn, etc. Será que mais americanos estão entrando nessa? Isso certamente seria um “game changer”.

Como já dissemos várias vezes, é melhor estar anos adiantado do que 1 minuto atrasado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *