Blog

Netflix e urânio

Postado Por em out 19, 2018 em urânio | nenhum comentários

As ações da Netflix subiram bastante há dois dias, após o fechamento do mercado, quando a empresa divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre. Elas chegaram a subir 14% no after market, mas a alta não se sustentou no dia seguinte e as ações fecharam em alta de “apenas” 5%. Ontem as ações caíram 4,5%, devolvendo os ganhos do dia anterior e hoje elas já caem mais de 3%. A empolgação com os números da Netflix veio por causa do único número que importa no momento para seus investidores: o crescimento do número de assinantes! O crescimento foi realmente...

leia mais

Bull market, mas não para todos

Postado Por em out 18, 2018 em Destaque, urânio | nenhum comentários

Antes de ontem saiu uma notícia na Espanha, ainda não confirmada oficialmente, da não concessão de licença para a operação da mina de urânio perto de Salamanca. Essa seria a única mina de urânio em operação na União Europeia, o que garantiria excelentes retornos, por estar perto de um grande mercado consumidor, sem concorrência. A França, por exemplo, gera quase 80% da sua energia a partir de reatores nucleares. A dona dos depósitos, Berkeley Energia, viu suas ações caírem cerca de 30% logo após o anúncio e mais quase 23% ontem. Sem dúvida, se o governo espanhol seguir com...

leia mais

A recente queda nos mercados

Postado Por em out 13, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

A queda acentuada nos mercados globais que ocorreu essa semana assustou muita gente. Várias desculpas vêm sendo apresentadas para justifica-la, como a guerra comercial, falas do presidente Trump ou de Jeremy Powell, etc. A grande verdade, como já mencionei antes no Twitter e em diversos artigos, me parece mais sensata: a alta nas taxas de juros que vai furar a bolha criada pelo FED para evitar que sofrêssemos as consequências da última bolha, também criada pelo FED (e por aí vai). Estive na quinta-feira em um deles, no FED de Cleveland (sim, são 12 ao total), e me espantei...

leia mais

Tesla e a teoria da conspiração

Postado Por em out 10, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

No final de setembro, Elon Musk, o excêntrico CEO da Tesla, aceitou o segundo acordo proposto pela SEC, um pouco mais punitivo que o primeiro, para encerrar o caso de manipulação de mercado. Segundo esse acordo, Musk não poderia ser mais o presidente do Conselho da Tesla (embora continuasse como CEO), teria que incluir mais membros independentes no Conselho da empresa e teria que ter seus tweets monitorados – além, é claro, de pagar uma multa irrisória de US$40 milhões (US$20 milhões para a Tesla e US$20 milhões para Musk). Muitos investidores sérios ficaram chateados com o acordo, dizendo...

leia mais

A hora de se preparar é agora

Postado Por em out 4, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Stanley Druckenmiller, na minha opinião, o melhor gestor de recursos de todos os tempos, disse há poucos dias que a próxima crise será muito pior que a de 2008, devido ao aumento de dívidas. Druckenmiller foi gestor de recursos por muitos anos e nunca teve um só ano com rentabilidade negativa, além de exibir um retorno médio anual nada desprezível, de cerca de 30%. Um currículo impressionante. Ele foi o responsável por identificar a desvalorização da libra esterlina em 1992, mas seu chefe na época, George Soros, levou toda a fama. Obviamente, Soros também teve seus méritos e, por...

leia mais

Mais um processo, agora da SEC

Postado Por em set 27, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Na minha entrevista ao Infomoney em junho, mencionei que suspeitava que a Tesla e o seu extravagante CEO, Elon Musk, estavam sob investigação da SEC, a CVM norte-americana. Na época, minha teoria era de que a empresa necessitava de recursos, mas não estava fazendo nenhuma emissão de ações ou bonds, o que me parecia estranho. A explicação plausível que encontrei era a de que a empresa estava sob investigação e que, por isso, não poderia levantar recursos no mercado público (poderia no privado, mas seriam ações restritas, o que significaria risco demais aos investidores). Pois bem, passaram-se apenas 3...

leia mais

Cobre e China

Postado Por em set 24, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

As bolsas chinesas vêm subindo bem nos últimos dias, começando pela última quinta-feira, dia em que Trump anunciou mais tarifas, numa clara escalada da guerra comercial. Quando há uma notícia ruim e o mercado sobe mesmo assim, pode ser o início de um movimento contrário ou, ao que tudo indica, uma sinalização de virada nos mercados chineses (ou até mesmo os emergentes), que já sofreram bastante esse ano. No passado, uma das maneiras mais óbvias de se aproveitar a oportunidade, seria comprar ações da Vale. Muitos fundos negociavam as ações da mineradora brasileira como uma maneira de se ter...

leia mais

Papua-Nova Guiné

Postado Por em set 21, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Ano passado eu já alertei para o perigo de se investir em bonds (títulos de dívida) de mercados emergentes, especificadamente da Argentina e do Tajiquistão (esse foi realmente impressionante!). Justo quando achei que o pico de complacência dos investidores havia sido atingido, aparece mais essa: Papua-Nova Guiné está planejando emitir US$500 milhões em bonds de 5 anos com cupom de 8,5% a.a. Para quem não conhece, a Papua-Nova Guiné é um país da Oceania com aproximadamente 7 milhões de habitantes e mais de 800 línguas diferentes. Sim, você leu corretamente: mais de 800 línguas diferentes em um país com...

leia mais

Só doidão investe

Postado Por em set 19, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Como o título do texto indica, o investimento não é para qualquer um. Estou falando da Tilray, uma empresa incorporada no começo desse ano e que já vale quase US$20 bilhões no mercado, segundo a Bloomberg, ou mais que uma American Airlines ou Newmont Mining. Não tenho nada contra uma empresa valer muito em um curto espaço de tempo, desde que haja uma justificativa fundamentada para isso que não seja hype. Para os menos familiarizados esse termo designa uma promoção exagerada de uma pessoa, ideia ou produto, com promessas irreais. Infelizmente, hype é quase tudo o que eu consigo...

leia mais

Cannabis – é hora de comprar?

Postado Por em set 18, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

A indústria da cannabis está crescendo no mundo. Nos países onde ela é licenciada, o boom é visível. Várias empresas estão correndo para ingressar nesse mercado, numa euforia que lembra as criptomoedas. Somente no Canadá, existem centenas de empresas já operando e outras centenas com pedidos de aprovação pendente no Health Canada, departamento responsável pela saúde pública de lá. E não é para menos, os IPOs de empresas do setor estão indo de vento em popa, com altas expressivas e multimilionários sendo feitos da noite para o dia. Com desculpas pela brincadeira, mas está todo mundo rindo nesse setor,...

leia mais