Blog

Parte 2 de 3: Conversa com Stanley Druckenmiller

Postado Por em out 30, 2018 em Bolsa de Valores, Economia, Economia EUA, FED, Ouro, PIB, QE | nenhum comentários

Nesse artigo, vou falar um pouco sobre as visões de Druckenmiller sobre o Japão, o mercado de bonds, como aproveitar a oportunidade (se você é um profissional, claro) sobre um possível crash e sobre a “nova economia”. Druckenmiller falou sobre um investimento que fez há muitos anos no Japão, quando comprou títulos da dívida japonesa quando esses pagavam 7% a.a., vendendo-os a seguir com um bom lucro. Algum tempo depois, ele viu que esses títulos estavam sendo negociados a 2,5% a.a. e resolveu vendê-los a descoberto – esse foi, segundo ele, o seu primeiro erro que custou US$1 bilhão...

leia mais

Have we reached the limit yet?

Postado Por em out 26, 2018 em Sem categoria | 1 comentário

Last month we saw the FED raising rates for the 8th time in the last 3 years, now to 2-2.25% per annum. Also, this month, the FED, as widely announced, increased its Quantitative Tightening (QT) program do US$50 billion per month, in order to reduce its inflated balance sheet. With higher rates and more QT, the US Government will have difficulties rolling over its debt, now above US$21 trillion – with the majority of the debt coming due in the next 5 years. Add to this, the fact that over the next 5 years, corporates need to refinance about...

leia mais

Relatório trimestral da Tesla

Postado Por em out 25, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Na quarta-feira, após o fechamento do mercado, a Tesla divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre. Como eu já havia mencionado nesse blog, os números provavelmente seriam muito bons – e seria a última vez que a Tesla conseguiria reportar números assim. Eu ia me abster de escrever sobre os números da empresa, mas como estou vendo vários analistas (tietes) escrevendo as coisas mais absurdas sobre a empresa, resolvi registrar nessas linhas meus comentários. A parte boa todos já sabem, já que foram propagandeadas aos 4 ventos, mas agora vamos à realidade: houve uma melhora absurda no lucro operacional...

leia mais

Parte 1 de 3: Conversa com Stanley Druckenmiller

Postado Por em out 20, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Semana passada estive em uma Conferência privada em Nova Iorque, onde estavam, dentre outros, Stanley Druckenmiller e Bill Ackman (quando esse fez seu primeiro pitch de compra da Starbucks e anunciou que havia investido na empresa). Sempre admirei Druckenmiller e ele foi uma das pessoas que me fizeram entrar nesse ramo. Sua clareza e simplicidade ao conversar se destacam em meio a vários outros gestores e economistas. Ele tem sem dúvida o melhor track record no setor. Por 30 anos, entregou resultados médios na casa dos 30%, sem nunca ter tido uma queda anual. Realmente impressionante! Ele era o...

leia mais

Netflix e urânio

Postado Por em out 19, 2018 em urânio | 2 comentários

As ações da Netflix subiram bastante há dois dias, após o fechamento do mercado, quando a empresa divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre. Elas chegaram a subir 14% no after market, mas a alta não se sustentou no dia seguinte e as ações fecharam em alta de “apenas” 5%. Ontem as ações caíram 4,5%, devolvendo os ganhos do dia anterior e hoje elas já caem mais de 3%. A empolgação com os números da Netflix veio por causa do único número que importa no momento para seus investidores: o crescimento do número de assinantes! O crescimento foi realmente...

leia mais

Bull market, mas não para todos

Postado Por em out 18, 2018 em Destaque, urânio | nenhum comentários

Antes de ontem saiu uma notícia na Espanha, ainda não confirmada oficialmente, da não concessão de licença para a operação da mina de urânio perto de Salamanca. Essa seria a única mina de urânio em operação na União Europeia, o que garantiria excelentes retornos, por estar perto de um grande mercado consumidor, sem concorrência. A França, por exemplo, gera quase 80% da sua energia a partir de reatores nucleares. A dona dos depósitos, Berkeley Energia, viu suas ações caírem cerca de 30% logo após o anúncio e mais quase 23% ontem. Sem dúvida, se o governo espanhol seguir com...

leia mais

A recente queda nos mercados

Postado Por em out 13, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

A queda acentuada nos mercados globais que ocorreu essa semana assustou muita gente. Várias desculpas vêm sendo apresentadas para justifica-la, como a guerra comercial, falas do presidente Trump ou de Jeremy Powell, etc. A grande verdade, como já mencionei antes no Twitter e em diversos artigos, me parece mais sensata: a alta nas taxas de juros que vai furar a bolha criada pelo FED para evitar que sofrêssemos as consequências da última bolha, também criada pelo FED (e por aí vai). Estive na quinta-feira em um deles, no FED de Cleveland (sim, são 12 ao total), e me espantei...

leia mais

Tesla e a teoria da conspiração

Postado Por em out 10, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

No final de setembro, Elon Musk, o excêntrico CEO da Tesla, aceitou o segundo acordo proposto pela SEC, um pouco mais punitivo que o primeiro, para encerrar o caso de manipulação de mercado. Segundo esse acordo, Musk não poderia ser mais o presidente do Conselho da Tesla (embora continuasse como CEO), teria que incluir mais membros independentes no Conselho da empresa e teria que ter seus tweets monitorados – além, é claro, de pagar uma multa irrisória de US$40 milhões (US$20 milhões para a Tesla e US$20 milhões para Musk). Muitos investidores sérios ficaram chateados com o acordo, dizendo...

leia mais

A hora de se preparar é agora

Postado Por em out 4, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Stanley Druckenmiller, na minha opinião, o melhor gestor de recursos de todos os tempos, disse há poucos dias que a próxima crise será muito pior que a de 2008, devido ao aumento de dívidas. Druckenmiller foi gestor de recursos por muitos anos e nunca teve um só ano com rentabilidade negativa, além de exibir um retorno médio anual nada desprezível, de cerca de 30%. Um currículo impressionante. Ele foi o responsável por identificar a desvalorização da libra esterlina em 1992, mas seu chefe na época, George Soros, levou toda a fama. Obviamente, Soros também teve seus méritos e, por...

leia mais

Mais um processo, agora da SEC

Postado Por em set 27, 2018 em Sem categoria | nenhum comentários

Na minha entrevista ao Infomoney em junho, mencionei que suspeitava que a Tesla e o seu extravagante CEO, Elon Musk, estavam sob investigação da SEC, a CVM norte-americana. Na época, minha teoria era de que a empresa necessitava de recursos, mas não estava fazendo nenhuma emissão de ações ou bonds, o que me parecia estranho. A explicação plausível que encontrei era a de que a empresa estava sob investigação e que, por isso, não poderia levantar recursos no mercado público (poderia no privado, mas seriam ações restritas, o que significaria risco demais aos investidores). Pois bem, passaram-se apenas 3...

leia mais