L2 Capital Podcast #05: Bate-papo com Brandon Munro – Bannerman Resources

Neste episódio, Marcelo Lopez conversou com Brandon Munro, CEO da Bannerman Resources Limited, empresa listada na bolsa australiana de valores, a ASX, focada na exploração e desenvolvimento de minas de urânio.

 

Munro começa contando um pouco sobre a história da empresa, bem como sobre sua trajetória dentro dela, desde a abertura de capital, aquisição do Projeto Etango, na Namíbia, passando pelos estudos de viabilidade e a forma como a empresa e ele lidaram com o acidente nuclear de Fukushima em 2011.

 

Questionado por Marcelo sobre o país onde se concentram as atividades da empresa, Brandon Munro explica com a propriedade de quem morou lá por vários anos, como a Namíbia contradiz o estereótipo que o ocidente construiu do continente africano e destaca as características que o diferenciam dos demais países de lá, salientando a qualidade da sua infraestrutura rodoviária e portuária, sua estabilidade política e a herança da colonização alemã.

 

Em seguida, Brandon Munro fornece uma detalhada explicação sobre a dinâmica recente de preços do urânio no mercado spot em face da trajetória até os atuais US$30/libra, ressaltando eventos que modificaram a demanda, como o surgimento de veículos de investimento especializados na aquisição da commodity. Ele ainda mostra como ele enxerga o comportamento dos preços daqui para frente, os patamares que podem ser decisivos para a reação de participantes do mercado e o seu impacto para as ações do setor.

 

Munro, na sequência, traz uma minuciosa análise de como os contratos de longo-prazo sempre dominaram o cenário, enquanto o spot era coadjuvante e servia apenas como um mecanismo de equilíbrio. Segundo ele, o incidente de Fukushima criou uma enorme distorção no mercado, alterando profundamente a dinâmica dos contratos. Brandon chama atenção para o fato de estarmos numa situação sem precedentes para essa indústria, que poderá impulsionar de forma expressiva o bull market da commodity.

 

Indagado sobre o último bull market, Brandon ressalta a forma como os preços subiram, saindo de cerca de US$20/lb para $136/lb em menos de um ano e traça um paralelo com a década de 1970. Ele enfatiza que os atuais preços são insustentáveis, tendo em vista os custos de produção e que a única saída seria os preços subirem radicalmente, possivelmente para múltiplos dos atuais patamares. Ele fundamenta seu argumento com uma estimativa para o preço mínimo que traria o mercado de volta ao equilíbrio.

 

Brandon Munro traz um pouco da sua visão sobre o sentimento em relação à commodity, passando pelo desinteresse de investidores há pouco tempo e chegando numa situação em que cada vez mais atenção é dada ao setor. Ele ainda dá sua explicação e cita exemplos de porquê as ações não tiveram altas como a do urânio em si.

 

Perguntado sobre a Section 232, Brandon traça diferentes cenários de como poderia ser a resposta de Trump à solicitação, do ponto de vista estratégico e da segurança nacional, e faz reflexões sobre quais seriam as repercussões disso para as empresas do setor.

 

Munro também fala de sua perspectiva sobre cenários de preços e a atuação das duas maiores empresas do setor, KazAtomProm e Cameco. Sobre essa última, ele ainda discute os impactos da sua decisão de colocar sua maior mina em care & maintenance e comprar urânio no mercado para honrar seus contratos, em vez de produzir.

 

Brandon, então, dá uma verdadeira aula sobre o funcionamento dos estoques no setor de urânio, destacando as características operacionais de cada tipo, níveis, possibilidade de enriquecimento e os impactos dele para o mercado e a volatilidade.

 

Perguntado, Munro fala sobre a que o investidor em ações deve se atentar quando busca ativos relacionados a urânio. Ele destaca para o fato de haver poucas empresas acessíveis no ramo e que muitas têm riscos específicos, não associados à commodity em si, mas sim à jurisdição, por exemplo.

 

Brandon encerra comentando sobre o sentimento em relação ao urânio e à energia atômica como alternativa energética, comparando-a com fontes renováveis em voga.

 

Para saber mais sobre a L2 Capital Partners, confira nosso site!

O podcast L2 Capital é focado em potenciais oportunidades de investimento do mercado e traz a você conversas inteligentes com grandes líderes sobre suas respectivas áreas de expertise.

 

Siga-nos nas redes sociais:

 

Acompanhe nosso podcast em todas as plataformas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *