L2 Capital Podcast #09: Bate-papo com Alex Molyneux – Oportunidades no mercado de Urânio

No episódio de hoje, Marcelo Lopez conversou com Alex Molyneux, um experiente executivo e investidor em ativos ligados a recursos naturais, que hoje atua como advisor de um fundo de investimento exclusivamente voltado a capturar oportunidades no mercado de urânio.

 

Por já ter ocupado posição de executivo em empresas do setor, como ele mesmo explica, ele consegue ter um entendimento técnico mais profundo sobre particularidades do urânio, como questões operacionais de produção, licenciamento e jurisdição, o que lhe confere um olhar diferenciado ao investir.

 

O currículo de Alex Molyneux lhe dá credibilidade para falar do assunto. Após uma década como Investment Banker especializado em mineração em grandes bancos em localidades como Melbourne, Beijing, Londres e Hong Kong, passou a ocupar posições de executivo em companhias de capital aberto do setor de mineração, fundou uma empresa de mineração do urânio, a Azarga Uranium, e ocupou o cargo de CEO da Paladin Energy durante sua fase de reestruturação.

 

Perguntado sobre o que ele considera importante na busca por alvos de investimento, Alex explica quais os aspectos ele prioriza na análise e comenta sobre qual o preço de urânio ele projeta para níveis normalizados.

 

Marcelo indaga sobre a afirmação recorrente de que o excesso de estoque é o que faz com que o preço da commodity permaneça em patamares tão baixos. Alex Molyneux traça uma detalhada explicação sobre diferentes tipos de estoque, como aquele detido estrategicamente pelos governos e aquele detido pelas utilities, e fala das tendências que observa e as perspectivas que tem para cada um, bem como o impacto disso no mercado.

 

Em seguida, Alex comenta sobre os vencimentos de contratos de longo-prazo e a demanda descoberta de geradoras de energia nuclear sob a ótica de quem já esteve à frente de da segunda maior empresa independente pure-play de urânio do mundo.

 

Quando questionado quanto ao porquê das utilities não estarem tirando proveito dos baixos preços para comprar mais matéria-pirma, Alex esclarece sobre a forma como elas lidam com o preço e o que, de veras, as motiva a celebrar contratos. Ele ainda faz um paralelo com o último bull market e elenca os fatores que estão influenciando o cenário atual.

 

Alex Molyneux fornece, então, sua visão sobre a relevância de Separative Work Units (SWUs) e como deve ser a dinâmica de preços e volumes no mercado spot e no de longo-prazo daqui para frente.

 

Qual faixa de preços é necessária para a ativação ou reativação de projetos de produção? Quanto tempo vai levar para reativar a mina de McArthur River? Haverá overshooting? Será possível cobrir o déficit de produção nos próximos anos? Alex dissertou sobre tudo isso.

 

Quando o assunto foi a KazAtomProm, Alex deu seu ponto de vista sobre seus custos de produção, capex, influência da taxa de câmbio e sobre o papel da empresa como ativo para compor um porftólio focado em urânio.

 

Por último, Molyneux, que já trabalhou como investment banker forcado em mineração, discute sobre os desafios que as produtoras de urânio poderiam enfrentar se deparadas com a necessidade obter financiamento para ativar projetos.

 

Para saber mais sobre a L2 Capital Partners, confira nosso site!

O podcast L2 Capital é focado em potenciais oportunidades de investimento do mercado e traz a você conversas inteligentes com grandes líderes sobre suas respectivas áreas de expertise.

 

Siga-nos nas redes sociais:

 

Acompanhe nosso podcast em todas as plataformas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *