Podcast #20: Bate-papo com Bram Vanderelst – Trader de Urânio

No episódio de hoje, Marcelo López conversou com Bram Vanderelst, trader que é Head de Urânio na empresa Curzon Resources. Bram, que participou do Simpósio da WNA (World Nuclear Association) no início de setembro, concordou em participar do podcast da L2 Capital e trazer a nós mais informações sobre a sua visão de mercado e a experiência dele nessa que é uma profissão tão pouco conhecida.

 

Bram Vanderelst, que é engenheiro químico por formação, conta sobre sua experiência e trajetória profissional e explica que na Curzon eles têm uma mesa dedicada para compra e venda de urânio diariamente nos mercados spot e de longo prazo.

 

Ele, que já acumula mais de 6 anos na profissão, conta sobre a função que uma mesa de negociação de urânio tem para o mercado de combustível nuclear e como ela provê uma solução de liquidez para a indústria, mesmo havendo participantes de grande porte de ambos os lados, ou seja, utilities e mineradores.

 

Bram fala sobre o cotidiano da profissão de um trader de uma commodity de nicho como o urânio, os tipos de informações que têm que ser acompanhadas, contatos que precisam ser mantidos e as análises que devem ser feitas.

 

Bram Vanderelst discorre sobre sua visão do mercado, com uma análise que se inicia a partir dos acontecimentos de Fukushima, passando pelas reverberações que o incidente causou no mercado, nos estoques de urânio e como a situação evoluiu desde então. Ele também comenta sobre o déficit de fornecimento da commodity e a perspectiva para o equilíbrio entre oferta e demanda, com comentários sobre as fontes efetivamente disponíveis.

 

Bram Vanderelst também discute sobre a questão dos estoques e acompanhamentos e disponibilidade de dados e números relacionados a eles em comparação aos de outras commodities, como o petróleo, por exemplo.

 

Vanderelst analisa os efeitos que a já anunciada ida da Cameco ao mercado spot para compra de 10 milhões de libras de U3O8 até o final do ano deve ter nos preços, com considerações sobre a disponibilidade de material em diferentes patamares de preço e bolsões de estoque.

 

Sobre a possiblidade de variação de preço entre uma praça e outra, Bram explica as práticas de arbitragem e os motivos que levam à existência de divergências dentro do contexto do ciclo da produção do combustível nuclear.

 

Vanderelst traça uma avaliação sobre os fatores que levaram a uma alta acentuada nos preços de conversão de U3O8 em UF6 e a possibilidade de algo análogo poder ocorrer com o yellow cake, passando pelos níveis de preço atual, incentivo à mineração e as especificidades do mercado de urânio.

 

Finalmente, Bram chama a atenção para o que ele considera serem os riscos que os investidores, utilities e mineradoras estariam ignorando ou não dando a devida atenção.

 

Para saber mais sobre a L2 Capital Partners, confira nosso site!

O podcast L2 Capital é focado em potenciais oportunidades de investimento do mercado e traz a você conversas inteligentes com grandes líderes sobre suas respectivas áreas de expertise.

 

Siga-nos nas redes sociais:

 

Acompanhe nosso podcast em todas as plataformas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *