Relatório trimestral da Tesla

Na quarta-feira, após o fechamento do mercado, a Tesla divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre. Como eu já havia mencionado nesse blog, os números provavelmente seriam muito bons – e seria a última vez que a Tesla conseguiria reportar números assim.

Eu ia me abster de escrever sobre os números da empresa, mas como estou vendo vários analistas (tietes) escrevendo as coisas mais absurdas sobre a empresa, resolvi registrar nessas linhas meus comentários.

A parte boa todos já sabem, já que foram propagandeadas aos 4 ventos, mas agora vamos à realidade: houve uma melhora absurda no lucro operacional da empresa, acima de US$1 bilhão no trimestre. Isso com a venda de apenas 43 mil carros a mais, sendo que a maior parte são Model 3, que tem um preço menor. Isso corresponde a mais de US$23 mil de lucro operacional por carro vendido!!! Haja eficiência (por parte do contador, claro). Aliás, vale lembrar que o chefe da contabilidade pediu demissão há pouco – vai ver ele descobriu o que viria em seguida e não quis associar seu nome a esse escândalo. Esse foi o segundo chefe de contabilidade a sair da empresa somente em 2018.

SG&A, diminuiu no trimestre. Sério? A empresa aumentou suas receitas em mais de 70% e as despesas comerciais e administrativas caíram? Contas a receber subiram (absurdamente) e a depreciação desmoronou. Tudo muito estranho, pra dizer o mínimo.

Eu acompanho vários relatórios de consumidores da Tesla e existem milhares de reclamações, como recebimento de pagamento pelo carro e não entrega do mesmo, carros com defeitos saindo da fábrica, etc – nada dessa realidade foi mostrada no último relatório trimestral da empresa. Tudo isso representa problemas para a empresa, mas esse foi o trimestre mais lindo da história da Tesla. Infelizmente, para os bulls (os que estão otimistas com a empresa) acredito que também será o último.

Obviamente, o CFO sabe disso e aproveitou para exercer suas opções, que só venceriam em 2022. Eu imagino que os diretores das empresas, em geral, tenham um conhecimento muito acima do mercado sobre a empresa onde atuam. Se a Tesla se tornasse realmente lucrativa e essa condição se repetisse, era de se esperar que as ações fossem disparar nos próximos meses e anos – então, por que exercer suas opções agora?

A empresa continua fabricando menos de 5 mil Model 3 por semana, apesar de dizer que tem capacidade para produzir mais de 7 mil. Por que será isso? Como também já mencionei, acho que a demanda está acabando. Uma coisa é a demanda por um carro elétrico que custaria US$35 mil, outra é a demanda por um carro elétrico com defeito que custa acima de US$50 mil. Logo, logo os analistas vão se dar conta disso.

A verdade é que a Tesla continua precisando de capital e essa foi provavelmente a última cartada de Musk para tentar impressionar o mercado e conseguir o tão necessitado recurso para manter a empresa rodando. A Solar City já se foi e acredito que a Tesla venha em seguida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *